#GameList – Cinco melhores games de luta do Super Nintendo

Considerado por muitos o maior console da história da Nintendo, o SNES, ou Super Nintendo, marcou a geração dos 16 bits com títulos inesquecíveis de todos os gêneros, inclusive de luta, dominado sempre pela SNK e o seu poderoso Neo Geo. Nesta lista, trago para vocês o meu “Top Five” dos melhores games de luta  originais ou portados para o épico console da Nintendo.

Gundam Wing: Endless Duel

Inspirado no mangá/anime homônimo, que fez muito sucesso nos anos 1990, Gundam Wing: Endless Duel (Natsume/Bandai- 1996) merece estar esta lista por vários motivos. Além dos personagens, golpes, poderes e artes serem inspiradas na obra original, a trilha sonora e os efeitos visuais do game são uma verdadeira obra de arte. É diversão garantida para todos os fãs de jogos de luta, mesmo que não conheçam o anime que inspirou o game.

Teenage Mutant Ninja Turtles: Tournament Fighters

No início dos anos 1990,  as Tartarugas Ninjas faziam um enorme sucesso na TV e em outros games no estilo Beat’em Up nas mais diversas plataformas. Assim, imaginar um torneio de artes marciais em que poderíamos encarnar Leonardo, Donatello, Raphael e Michellangelo fez os gamer da época, inclusive eu, pirar. Apelidado carinhosamente de “Tartaruga Fighters”, o game Tournament Fighters (Konami, 1993) é muito divertido e foi um dos primeiros a adotar o esquema de especial e fuga (dois toques para trás – funciona apenas com as tartarugas). No Mega Drive, o game é sofrível e não fez tanto sucesso. No SNES, é um dos melhores games de luta de todos os tempos. Vale muito a pena.

Fatal Fury Special

A série Fatal Fury iniciou como apenas mais um jogo de luta entre tantos que queriam superar ou pelo menos rivalizar Street Fighter. O primeiro game da série não fez tanto sucesso. Já o segundo trouxe, além de trazer a exuberante Mai Shiranui, trouxe o inovador sistema de supermoves, um golpe especial executado apenas quando a barra de life do lutador está no vermelho. A receita para o sucesso estava pronta. Então, antes de lançar o tão aguardado Fatal Fury 3, a SNK entrou na onda das “infinitas” versões de Street Fighter e lançou a versão comemorativa intitulada Fatal Fury Special (SNK, 1993).

O suceso foi tanto que a portabilidade para outras plataformas foi inevitável. O SNES ganhou uma versão extremamente fiel aos arcades (reprogramado pela Takara, 1994), além de trazer o personagem secreto Ryo Sasazaki, direto da franquia Art of Fighting, iniciando assim o universo que daria origem a franquia The King of Fighters. Vale ressaltar que em 1994 o game Art of Fighting 2 promoveu outro crossover, desta vez “adotando” o personagem Gesse Howard, o big boss da franquia Fatal Fury. Mesmo a versão original dos arcades sendo melhor, eu prefiro a versão do SNES. Coisa de gamer nostálgico.

Super Street Fighter II: The New Challengers

O ano era 1994 e, após o enorme sucesso das muitas versões de Street Figher II, a terceira versão da mais importante franquia de games de luta de todos os tempos foi adida mais uma vez. Felizmente, a nova versão não foi “mais do mesmo”, mas trouxe 4 novos personagens, além de consideráveis melhorias nos gráficos, no som, na fluidez do game e o inovador sistema de combos. Obviamente, o Super Nintenho ganhou uma versão extremamente fiel aos arcades, fazendo com que muitos comprassem o console apenas para o ter o épico Super Street Fighter II em casa. Ainda hoje é um dos meus games favoritos.

Ultimate Mortal Kombat 3

Ultimate Mortal Kombat 3 (Midway, 1996), ou UMK3, é considerado a “cereja do bolo” do SNES, visto que foi lançado no fim da vida do console. Com gráficos impressionantes, jogabilidade fluída, sistema de combos e golpes e especiais visualmente espetaculares, o último título da franquia para o SNES é considerado por muitos, inclusive eu, um dos melhores games de luta de todos os tempos. O sistema de combos e a dinâmica do game é um misto de tudo o que tínhamos disponível na época, fazendo de UMK3, um game obrigatório para todos os gamers. Simplesmente imperdível!

O que achou da lista? Tem algum outro game que merecia estar aí? Comentem!

About Jorge Luís Gregório

Professor e entusiasta de tecnologia, estudioso da cultura NERD e fã de quadrinhos, animes e games. Mais um pai de menino, casado com a mulher mais linda da galáxia e cristão convicto. Gosto de ler ficção científica e discutir tecnologia, filmes, seriados, teologia, filosofia e política. Quer falar sobre esses e diversos outros assuntos? Venha comigo!

View all posts by Jorge Luís Gregório →